À medida que a popularidade e o uso de cigarros a vapor aumentam, não é nenhuma surpresa que as vendas de cigarros de tabaco comecem a sofrer. Philip Morris International Inc. (PM), os fabricantes e vendedores mundiais dos cigarros Marlboro, recentemente comunicou lucros menores do que o esperado para 2014. Em uma apresentação aos seus investidores, eles citaram que o declínio que está ocorrendo se deve aos ventos contrários da flutuação cambial e aos desafios da indústria do tabaco.

Philip Morris espera que o EPS (Ganhos por Ação) deles fique na faixa de $ 4.87 – 4.97. Este número representa uma queda em sua previsão anterior de EPS que era de $ 5.09 – 5.19. Este anúncio levou as ações da Philip Morris a despencarem.

Esta diminuição do lucro inclui um custo de 495 milhões, proveniente do encerramento antecipado de sua empresa de produção no Holanda, definido para ocorrer em algum momento ainda este ano. A decisão de fechar suas instalações de produção na Holanda decorre dos desafios da Europa, especificamente, os problemas relacionados a um atraso no crescimento. Isto levou Philip Morris a reduzir suas operações no continente.

Como as pessoas estão se tornando mais conscientes da saúde, a venda de cigarros diminuiu em todo o mundo. Como a Philip Morris é a maior companhia de tabaco mundial, eles não ficaram imunes à grande mudança na indústria do tabaco.

Os cigarros electrónicos são uma das razões para este declínio nas vendas

O cigarro eletrónico causado preocupação de longo prazo para as grandes empresas de tabaco. A maior parte delas está começando a mover-se para o negócio de cigarros a vapor a fim de deter seu declínio. A Philip Morris anunciou recentemente a aquisição da Nicocigs Ltd, uma empresa de cigarros a vapor sediada no Reino Unido.

Mais informações sobre os cigarros electrónicos, visite: vapo.pt